Saque Corre: Veja o significado

Para quem precisa lidar com dinheiro em espécie, o surgimento do Saque Corre no extrato bancário pode não ser algo positivo. 

Atualmente é muito fácil realizar transações financeiras por aplicativos e em caixas eletrônicos. Isso porque, com a modernidade, cada vez mais surgem opções para deixar a vida financeira mais fácil.

Nesse cenário, também, alguns bancos, como a Caixa Econômica Federal, investem em correspondentes bancários. A ideia, nesse caso, é aproximar o banco do público em geral. 

O que é Saque Corre

A sigla é uma abreviação de Saque Correspondente e costuma aparecer com frequência nos extratos da Caixa. A verdade é que esse é o banco no qual a situação ocorre com maior frequência. 

Assim, diz respeito a saques que não são realizados nem no banco nem em caixas eletrônicos. Nesse caso, o saque é feito diretamente com um agente de um dos correspondentes bancários da instituição. 

Isso porque diversos locais têm adquirido essa característica. Assim, quando a sigla Saque Corre surgir no extrato, isso quer dizer que algum valor foi retirado da conta bancária em um correspondente.

O que é um correspondente bancário

saque corre

Basicamente, pode-se dizer que o correspondente bancário é quem intermedeia a relação entre banco e cliente. Inclusive, em alguns casos, estes prestadores de serviço substituem os próprios bancos.

Assim, é possível pagar boletos em lotéricas, por exemplo, de modo rápido e fácil. Além disso, há construtoras que fornecem crédito e outros locais que realizam diversas atividades bancárias. 

Tudo isso serve, também, para desafogar as agências e permitir um atendimento mais rápido. Além disso, ajuda também a ter mais pontos espalhados pelas cidades, o que tende a ser algo positivo. 

Por isso mesmo, esse tipo de local ganha cada vez mais o interesse do público em geral. Porém, é preciso ficar atento ao que diz o extrato bancário quando surgir essa notificação. 

Tarifas

A grande reclamação que se tem dos usuários é a tarifa cobrada pelo Saque Corre. Isso mesmo, a Caixa cobra tarifas específicas pela realização de um saque no correspondente bancário específico. 

O valor da tarifa pode variar de R$1 a R$3 e conta com diferenças entre os usuários do banco. O grande problema, nesse caso, é que muita gente desconhece o fato de a tarifa existir e como funciona.

Da mesma forma, por vezes ela é cobrada após 2 saques, enquanto que em outras após 4 saques mensais. Tudo isso faz com que os usuários fiquem um pouco confusos acerca do real funcionamento. 

Isenção

Para quem precisa realizar o Saque Corre por diversas vezes, uma opção é buscar a isenção. Isso porque há notícias de que alguns correntistas foram isentados da Caixa do pagamento da tarifa. 

Além disso, é importante lembrar que essa não é uma tática incomum utilizada pelas instituições. Isso, então, vai depender do tipo de cliente e da relação dele com o banco durante o tempo.

De qualquer forma, há como deixar de pagar pelos saques realizados nos correspondentes bancários. Assim, para quem busca evitar gastos desnecessários, essa é uma oportunidade de ouro. 

Cobrança indevida

Outra reclamação recorrente por parte dos correntistas diz respeito à cobrança indevida do Saque Corre. Nesse caso, mesmo sem ter sido realizado um saque, a cobrança aparece no extrato.

Nesse caso pode ter ocorrido algum erro que desaparecerá em algum tempo. Se for esse o ponto, o dinheiro é estornado e o cliente não conta com nenhum prejuízo, o que é bastante interessante.

Por outro lado, caso não haja estorno, o ideal é entrar em contato com a agência bancária. Atualmente, além de ir pessoalmente, é possível falar com centrais de atendimento via telefone e aplicativo. 

Segurança

Para manter a segurança dos correntistas, o Saque Corre conta com algumas limitações. Uma delas é a de que cada saque realizado em lotéricas, por exemplo, não pode passar de R$1.500 por dia. 

É sempre bom lembrar que esse é o limite estipulado pela Caixa, sendo que outros bancos podem ter outros limites. Então, é preciso ficar de olho para não ficar na mão quando precisar fazer um saque.

Além disso, os correspondentes contam com segurança menor que as agências bancárias. Por isso, evite manusear grande quantidade de dinheiro e esteja sempre alerta com desconhecidos. 

Conclusão

Como você viu, o Saque Corre nada mais é do que um saque realizado em um correspondente bancário. Ou seja, é aquele saque feito em uma casa lotérica ou outros correspondentes do tipo. 

Apesar da facilidade de encontrar um correspondente em qualquer lugar, é importante ficar de olho nas tarifas. Isso porque, a partir de uma quantidade de saques, pode-se começar a cobrar um valor.

Por outro lado, é possível buscar isenção dessas tarifas, de acordo com as possibilidades. Para isso é importante buscar o atendimento bancário e manter uma boa relação com o banco no cotidiano.

Assim, o Saque Corre nada mais é que um saque realizado em um correspondente bancário. Por isso, fique atento com os detalhes e aproveite essa facilidade, sem precisar pagar nada por ela. 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.